Com o quarto homem

Observo que a portabilidade tão em voga nos dias de hoje também tem chegado à nossa fé e às nossas convicções. Desta forma, abre-se mão muito facilmente de verdades e compromissos para dar lugar a uma proposta religiosa mais confortável – e até parece natural! – porém é certo que tal atitude não atrai o quarto homem

S.O.S Espiritual Jesus a Vida

Quando a tristeza invadir seu ser, não tiveres mais motivo para ser feliz,
Estamos aqui para lhe mostrar que Jesus quer lhe dar sentido a sua vida e motivo para viver.

Batismo em fogo estranho

Será que o ministério e ação do Espírito Santo se limita apenas à arrepios, choros e gritaria no momento do culto? Será que Sua missão é apenas criar manifestações e barulho em nossos cultos?

Quem disse que o diabo veio para matar, roubar e destruir?

Quantas vezes você já não ouviu que o diabo veio para matar, roubar e destruir? Em primeiro lugar não há um único versículo na Bíblia com esse conteúdo e, em segundo lugar, o ladrão de João 10:10 não se refere ao diabo…

Uma geração que arde para Jesus. Será mesmo?

Sempre ouvimos nossos jovens falar que queimam para Jesus, que seus corações ardem pelo Reino e que estão dispostos a fazer loucuras para Cristo. Mas será mesmo que essa geração é capaz de viver tudo isso que afirma ou será que não passa de emocionalismo e de um cristianismo barato?

Tenho sede

Uma das últimas palavras proferidas por Jesus na cruz foi: Tenho sede! (Jo 19:28). Mais que uma simples exclamação de um moribundo, a expressão na boca do Mestre naquele momento demonstra muito para nós – os seus seguidores – sobre quem era aquele homem e o que estava fazendo ali.

APP RÁDIO JESUS A VIDA

Aplicativo Android Rádio jesus a Vida
> Despertador
> Recados em voz
> Chat
> Funcional, leve.
Instale nosso aplicativo para ouvir a rádio, enviar pedidos de músicas e recados.
Avalie, deixe seu comentário
Mais que um aplicativo de rádio, um canal de bênção!

Retenha a base da fé em Deus e permaneça!

erá que estamos sendo participantes de Cristo? Será que estamos retendo com firmeza esta confiança? Será que estamos a caminho do alcance da maior de todas as promessas? Ou já estamos envolvidos com sujeiras e barreiras que surgem no curso da jornada, que nos levam ao esfriamento, ao pecado e ao consequente afastamento de Deus?