Uma só morte! – Um encontro inevitável!

Todo o homem tem o direito de questionar ou duvidar de temas religiosos, assim como de qualquer outro assunto. Entretanto, o homem não pode contestar um fato: um dia ele morrerá. Seria tolice questionar isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *