O Senhor ouve a quem clama

O Deus cantado nos Salmos está bem vivo e por isto pode interagir e ouvir a minha voz. Mais que isto também, a certeza do salmista me aponta para a verdade de que Deus não só está vivo como também tem real interesse pelo que tenho a dizer. E como isto provoca em mim amor, aconchego e a convicção de que serei ouvido.

Salmo 12 – Integridade moral

O salmo é uma oração de súplica à Deus, um pedido de livramento, ele, o salmista parece não suportar mais a falsidade e o engano das pessoas. Ele recorre a Deus por achar insuportável ser fiel, e viver rodeado de pessoas infiéis.

Deus ver esse clamor e se levanta para julgar e reafirmar suas promessas que, mediante sua palavra tomamos posse e passamos a superar todas as coisas.

Onde estar o povo de moral elevado que sirva de espelho nessa terra? Parece que não há! A análise dos dois primeiros versículos nos mostra o quanto as pessoas distantes de Deus perdem o respeito umas com as outras; além do engano e a mentira, elas são bajuladoras e só se interessa pelo próximo quando lhe convém.

Salmo 138 – uma leitura

É com todo o seu coração voltado para o louvor ao Senhor que Davi pode declarar que acima de todas as coisas está o nome e a palavra de Deus (v. 2) e por esta palavra ele podia confiar que o Senhor cumpriria o seu propósito (v. 8).

Salmo 23 – uma leitura

Não sei ao certo se o Sl 23 foi escrito por Davi enquanto ele ainda pastoreava os rebanhos de seu pai nos campos de Belém, ou se já em outro contexto apenas se lembrando de como o cuidado com as ovelhas pode demonstrar o modo de Deus cuidar dos seus.