Os Grandes Princípios Batistas – O BATISMO CONSCIENTE DE CRENTES

O batismo não regenera. Deve testemunhar a regeneração. O batismo consciente de adultos faz com que a igreja se componha de convertidos. Só se pode ser membro da igreja pelo batismo e este só pode ser aplicado a pessoas conscientes do que fazem.

Os Grandes Princípios Batistas – A LIBERDADE DE OPINIÃO

Liberdade de expressão é uma conseqüência inevitável de não termos um papa ou alguém “infalível”, que todos temos o Espírito Santo, que somos todos falíveis, também. É a aplicação do sacerdócio universal de todos os salvos. Todos temos acesso a Deus, todos temos o Espírito Santo, nenhum de nós é mais conectado a Deus que os demais, para ter o monopólio de Deus. O autoritarismo teológico é uma agressão em si, e também uma agressão à nossa história.

A suficiência das Escrituras

Os batistas sempre nutriram profundo zelo pelas Escrituras. Quando ela fala, nós falamos. Quando ela cala, nós calamos. Todo material que produzimos e toda postura eclesiológica devem ser avaliados por ela.