A perseguição religiosa no Tadjiquistão

A Portas Abertas estima que o número de cristãos no Tadjiquistão seja equivalente a pouco mais de 1% da população. Oficialmente, há liberdade religiosa no país, mas localmente, as pessoas que se tornam cristãs enfrentam ameaças, agressões e outras formas de perseguição de mulás (líderes religiosos islâmicos), autoridades locais, vizinhos e familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *