Convidado educado

“E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa”

(Lucas 10:38)

Se o Senhor Jesus tivesse desaprovado a idéia de uma família cristã, Ele não poderia ter estado em Betânia, como vemos que esteve. E quando o observamos ali, mais um aspecto de sua beleza moral se revela. Ele é o Amigo da família, em cuja casa Se sente à vontade. Prova disso são as palavras: “Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro” (João 11:5). O Seu amor por eles não era o de Salvador, ou de Pastor, embora Ele fosse ambas as coisas. Era o amor de um Amigo da família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *