A igreja pagã

O termo “Pagão” advém de nossa língua “Mãe”, (latim –paganus), cujo significado é o de uma pessoa que viveu numa aldeia, num dado país, um rústico. O uso mais comum da palavra no latim clássico era utilizado para designar um civil, alguém que não era um soldado. Em torno do século IV, o termo “paganus” começou a ser utilizado entre os cristãos no Império Romano, para se referir a uma pessoa que não era um cristão e que ainda acreditava nos antigos deuses romanos.

Fazendo uma aplicação contextualizada com nossos dias, dentro de uma perspectiva cristã e Bíblica, “Pagão” é todo aquele que, de alguma forma, cultiva e difunde qualquer manifestação religiosa que não se coadune com as Escrituras Sagradas.

Como a igreja se torna “Pagã”? Ou aquilo que não foi projetada para ser?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *