Salvos pela graça por mérito próprio!

“Se tu olhares, Senhor, para dentro de mim, pouco encontrarás de bom…” Assim o ministro de música ousou fazer uma leve modificação na música para traduzir sua visão de o que Deus poderia ver em nós: algum bem. Concorda? Discorda? Leia o artigo e compartilhe sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *