Repouso

Certamente não estou entre os maiores fãs de Mozart, mas tenho que confessar: a música é divinamente bela! Há algo de inefável em seus acordes e melodias e, mesmo ouvindo a letra em língua latina, minha mente e minha alma se sentem tomadas pelo poder da música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *