Vice de Marina Silva defende causa gay e aborto

Com a morte de Eduardo Campos, Marina Silva se viu lançada no centro de uma disputa acirrada pelos votos em uma eleição que parecia já estar decidida meses antes do pleito. Como ela figurou na primeira pesquisa na frente de Aécio e com chances reais de vencer Dilma no segundo turno, obviamente boa parte da mídia voltou os olhos para ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *