O arrependimento.

“Arrependei-vos e crede no evangelho!” Eis o brado de guerra celeste contra o pecado em suas múltiplas manifestações, brado este que se ouviu desde o principio do mundo, pregado e vivido por todas as testemunhas de Deus. Desde o patriarca Noé, o oitavo pregoeiro da justiça, até os nossos dias, o tema principal de todas as pregações evangélicas tem sido: “Arrependei-vos e crede!” O arrependimento é, por excelência, a doutrina fundamental do cristianismo. E sua importância fundamental repousa no fato indiscutível de que só há duas classes de criaturas que se salvam: as criancinhas, antes da consciência de pecado, porque das tais é o reino dos céus e as que se arrependem e crêem. Foi, principalmente, dando toda ênfase a esta doutrina, que o cristianismo começou. João Batista, o precursor de Jesus, que veio aplanar o caminho, como a voz que clama no deserto, teve o arrependimento como o tema fundamental de suas pregações preparatórias para o reino de Deus. “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”. Nosso Senhor Jesus Cristo, o rei Eterno, nosso Bendito e Eterno Salvador, inicia seu ministério apregoando a mesma doutrina. “Ora, depois que João foi entregue, veio Jesus para a Galiléia pregando o evangelho de Deus e dizendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *