A paz do contentamento.

Quanto é necessário para se sentir pleno, realizado? O que precisamos para vivermos contentes? Por que vivemos num estado crônico de descontentamento? O casamento nunca é bom o suficiente, o salário está sempre aquém das nossas necessidades, o corpo sempre tem uns quilinhos a mais, e por aí vai. Porém, a pergunta que sempre fazemos e que não temos resposta é: Qual o limite? Quanto é necessário para estar contente?

Os Três tipos de Doutrina.

É de grande relevância destacar os três tipos de doutrinas que a Bíblia relata. A partir deste conhecimento, estaremos aptos para discernir entre a verdadeira doutrina e a falsa doutrina.

I. DEFINIÇÃO DO TERMO

A palavra doutrina vem do latim doctrina, que significa “ensino”. Pode ser qualquer tipo de ensino ou doutrina especifico. Segundo o dicionário Aurélio, “doutrina é o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso”.

Os Desigrejados.

Para mim resta pouca dúvida de que a igreja institucional e organizada está hoje no centro de acirradas discussões em praticamente todos os quartéis da cristandade, e mesmo fora dela. O surgimento de milhares de denominações evangélicas, o poderio apostólico de igrejas neopentecostais, a institucionalização e secularização das denominações históricas, a profissionalização do ministério pastoral, a busca de diplomas teológicos reconhecidos pelo estado, a variedade infindável de métodos de crescimento de igrejas, de sucesso pastoral, os escândalos ocorridos nas igrejas, a falta de crescimento das igrejas tradicionais, o fracasso das igrejas emergentes – tudo isto tem levado muitos a se desencantarem com a igreja institucional e organizada.Alguns simplesmente abandonaram a igreja e a fé. Mas, outros, querem abandonar apenas a igreja e manter a fé. Querem ser cristãos, mas sem a igreja.

A preservação dos eleitos em 1 Pedro.

1.5 … que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo.

Em virtude da falta de conhecimento e “do conhecimento correto” da soteriologia (doutrina da salvação), muitos cristãos podem perguntar: Como podemos ter certeza que a salvação não pode ser perdida? Podemos perder a salvação se não perseverarmos em Deus? Outros, por sua vez, podem “refutar” de modo enfático, dizendo: A salvação pode ser perdida sim! “Várias passagens na Bíblia” afirmam “essa verdade”! Não obstante, senão vejamos a resposta para estas perguntas e argumentos em três pontos:
a) Os eleitos são guardados pelo poder de Deus.

Igreja Secularizada um problema antigo.

A história do Livro de Juízes é um exemplo de como o secularismo foi trazido para dentro do povo de Deus.

Não se tratava de um período em que os desafios estivessem ao seu redor (como no livro de Josué), mas dentro do seu próprio território.

A Fé que Opera pelo Amor.

Paulo faz uma varredura no ato de confiar no exterior da religião, que é a tentação comum de todos os tempos. A circuncisão foi algo grandioso para os judeus e, muitas vezes, eles confiavam nela. Mas Paulo declara que ela de nada aproveita. Poderia haver outras pessoas que estivessem contentes por não serem judeus, mas Paulo declara que sua incircuncisão não lhes aproveitaria mais do que o seu oposto! Determinadas questões relacionadas com a piedade são externas e, ainda assim, úteis, quando em seus devidos lugares, especialmente como no caso do Batismo e da Ceia do Senhor, como a reunião de nossa congregação, a leitura da Palavra de Deus, e oração e louvores públicos. Essas coisas são adequadas e proveitosas, mas nenhuma delas deve ser feita, em qualquer medida ou grau, como fundamento da nossa esperança de Salvação, pois este texto as descarta, e claramente descreve que elas de nada aproveitam, se são feitas de modo a serem os fundamentos de nossa fé.

Pecado Escravizador.

“Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna.” (Rm 6.22)
“Pecado escravizador é a prática repetida de determinado pecado, onde a pessoa é colocada totalmente sob o controle dele…” Essa é uma definição básica de um pecado escravizador, basicamente podemos dizer que o pecado é um vício e qualquer um pode cair nessa armadilha viciante.

Os Cristãos têm que continuar pedindo perdão por seus pecados?

Uma pergunta frequente é: “o que acontece se eu pecar e então morrer antes de ter uma oportunidade de confessar aquele pecado a Deus?” Uma outra pergunta comum é: “o que acontece se eu cometer um pecado, esquecer que o cometi, e nunca me lembrar de confessá-lo a Deus?” Ambas as perguntas se baseiam em uma suposição errada.

Reforma Protestante, uma volta às escrituras.

A Reforma religiosa do século dezesseis, foi deflagrada quando o monge agostiniano, Martinho Lutero, fixou nas portas da igreja de Wittenberg, na Alemanha, as noventa e cinco teses contra as indulgências e os desmandos do papado. A Reforma não foi uma inovação na igreja, mas uma volta à doutrina dos apóstolos. Não foi um desvio de rota, mas uma volta às Escrituras. A Reforma colocou a igreja de volta nos trilhos da verdade. Quais foram as grandes ênfases da Reforma?

Não desprezes o dom que há em Ti.

Ser um ministro do evangelho não é fácil. Ainda mais quando se é jovem e está começando agora. Mas, alegro-me quando leio as cartas de Paulo á Timóteo. Pois, vejo neste jovem pastor um exemplo, não somente para sua época, mas para todos quantos receberam de Deus uma incumbência na sua Obra. Como também, os conselhos do Apóstolo não servem apenas para Timóteo, mas para cada um de nós. Contudo, mesmo sendo gratos e honrados por ser chamado á uma tão Grande Obra, ás vezes nos achamos incapacitados.

Poder e testemunho.

Houve um período em que a igreja intensificou sua sede por poder político, muitos exemplos podem ser citados desse período, mas quero citar apenas um. A igreja medieval atinge o ápice do poder, com o papa Inocêncio III (1198-1216). Ele tinha sobre o seu controle a Igreja Católica e também o Império.

10 grandes invenções chinesas.

A maioria dos valores sociais na cultura e hábitos chineses derivam do Confucionismo e Taoísmo. A questão sobre quem tem mais influência nos valores cultura chinesa, confucionismo ou taoísmo é sempre debatido. Além desses, o budismo e neo-confucionismo também exerceram influência nos valores e hábitos chineses.

Uma Visita ao Sepulcro.

As santas mulheres, Maria Madalena e a outra Maria, foram ao sepulcro, esperando encontrar lá o corpo de seu Senhor com o propósito de embalsamá-lo. Suas intenções eram boas; sua vontade foi aceita diante de Deus; mas, apesar de tudo isso, o desejo delas não foi concedido pela simples razão de que era contrário ao desígnio de Deus: inclusive diferia com aquilo que Cristo lhes tinha predito e declarado claramente: “Não está aqui, pois ressuscitou, como disse.”