Guilherme de Pádua que matou a atriz Daniella Perez fala de arrependimento

O ex-ator Guilherme de Pádua que agora é obreiro da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte falou sobre arrependimento, mudança de vida e rejeição em entrevista ao Jornal Correio. Guilherme conta seu testemunho e destaca que chegou a pensar no suicídio.

Durante o culto que ministrou na Igreja Assembleia de Deus, em Conselheiro Lafaiete, o ex-ator afirmou: “Entre seguir sair criminoso da prisão e ter uma mudança de vida, optei pela conversão, pelo caminho de Deus. A Bíblia também nos ensina que tem uma coisa, que é pior do que o pecado: a falta de arrependimento. Vim mostrar para as pessoas como um cara tão desviado e tendente às coisas vazias tornou-se tão apaixonado por Jesus Cristo”.

Falando sobre as pessoas que o levaram a conhecer o evangelho, Pádua contou: “Muitos irmãos pagaram um alto preço de esperar debaixo do sol e tirar um dia da sua semana para visitar aqueles que a sociedade tem como vermes. A princípio, é claro que eu queria debater com eles, mostrar as minhas opiniões, mas, aos poucos, fui me deixando tocar por aquelas verdades que eles diziam”.

Ele afirmou ainda que, antes de se converter, tinha preconceito contra evangélicos e que sente muito pesar por não ter conhecido antes os valores pregados pela religião. Afirmando acreditar que Deus tem um propósito na vida de todas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *