As Listras da Zebra – Filme Gospel

Rashid nasceu em uma familia cristã,logo apos um ataque em seu vilarejo,ele foi sequestrado e sua mãe morta.
O menino foi salvo por uma familia mulçulmana,que o criou como seu proprio filho,mas as lembranças o desafiou a redescobrir sua verdadeira identidade.Neste filme surpreendente voce descobrira o drama de se confessar a fé cristã em um pais mulçumano.

Documentário: Charles Spurgeon, O Pregador do Povo

O canal britânico “Christian Television Association”, lançou o documentário “Charles Spurgion – O Pregador do Povo”, que contou a história de um dos maiores pregadores do século XIX, um homem que Deus usou para levar milhares de ingleses ao arrependimento, criando uma das maiores igrejas de Londres, além de seu trabalho social com orfanatos e centros sociais. A produção ganhou o prêmio Crown Awards, troféum bronze como melhor documentário em 2010.

Sinopse: Um rapaz inocente do Fens vai para Londres, onde ele ganha o amor e o respeito de uma nação como uma de suas figuras mais influentes. Mas seus princípios fortes correm na contramão da cultura e ele se torna isolado, ridicularizado pela mídia e com o coração partido. Este poderoso documentário dramático, recria fielmente o trabalho ministerial de CH Spurgeon e traz o “pregador do povo” com os seus triunfos e sofrimentos através da exatidão histórica.
Título Original: C H Spurgeon “The People’s Preacher

O Fora Da Lei De Deus – Mártire

Uma história verídica. Política internacional, intrigas na igreja, traição, pena de morte – esta é a história de William Tyndale, um homem simples e inteligente que viveu pelo ideal de traduzir a Bíblia para o inglês. Aconteceu meio século antes de Shakespeare. Perseguido pelo rei Henrique VII, por seu chanceler e pelo cardeal, Tyndale refugiou-se para trabalhar na tradução da Bíblia até então em latim. Tyndale deu grande contribuição à reforma e deixou um exemplo de fé e coragem.

Trazendo a Arca – Não vou Desistir

este vídeo é uma benção, ele nos leva refletir antes de desistir da caminhada e entender o sacrifício de Jesus no Calvário, Ele não desistiu de nenhum de nós, quando Deus não o viu na cruz foi porque os nossos pecados faziam divisão entre nós e o nosso Deus. Deus olhou para seu filho e só viu pecado.

Filme Bambus no Inverno

Snopse: Após a perseguição ao evangelista itinerante, Ah-Shoi descobre o seu chamado para ser uma grande missionária e decide enfrentar todas as dificuldades a fim de levar a todos a Palavra de Deus que liberta da escravidão de qualquer domínio humano..

Filme – Os Dez Mandamentos 1956 – Completo em Full HD

O filme retrata importantes passagens na vida dos hebreus, que por volta de 1250 a C. conduzidos por Moisés, fogem do Egito, onde viviam na condição de escravos, para Palestina. Essa fuga é conhecida na Bíblia como “êxodo”. A Bíblia relata que, depois da travessia do mar Vermelho, os israelitas vagaram durante 40 anos no deserto antes de atingirem a Palestina. No alto do monte Sinai, Deus revelou-se à Moisés, que recebeu as Tábuas da Lei (10 mandamentos gravados em duas tábuas de pedra). Acredita-se que o monte Sinai, com 2300 metros de altura, seja a montanha Jebel Musa ou “montanha de Moisés”, parte de um grupo de picos no sul da península do Sinai. Ao revelar-se para Moisés, Deus teria estabelecido uma aliança com os filhos de Israel, que mesmo assim, desviaram-se da crença em um único Deus – Iavé (aquele que é) – adorando um bezerro de ouro, enquanto Moisés dialogava com Deus no alto do monte Sinai. Moisés morreu antes de ver seu povo entrar na Terra Prometida.
Essa história é conhecida sobretudo graças à Bíblia, que em sua primeira parte, o Antigo Testamento, relata os principais acontecimentos políticos e religiosos da Palestina, região mediterrânea do Oriente Próximo habitada naquela época por vários povos nômades de origem semita como filisteus, cananeus, hebreus e arameus. Esses últimos foram singularmente importantes, porque sua língua (o aramaico) era falada por todos os comerciantes do Oriente Próximo e Médio e pela grande maioria dos povos que habitavam as terras entre os rios Eufrates e Nilo.
O Antigo Testamento é uma importante fonte de informações históricas, sendo necessário contudo, muito cuidado na sua utilização, já que as diversas partes que o compõem foram escritas em períodos distintos, além da questão da linguagem bíblica ser simbólica, o que exige uma interpretação mais racional dos fatos narrados.
O contexto histórico dos hebreus e dos demais povos da região, foi marcado de uma forma geral pelo Modo de Produção Asiático, o sistema que predominou entre as primeiras civilizações da História durante a Antiguidade Oriental. Nesse modo de produção as terras cultiváveis eram propriedade do Estado ou dos deuses, sendo que os camponeses que executavam o trabalho, tinham apenas a posse coletiva. A importância da água dos rios na vida desses povos foi vital para o desenvolvimento agro-pastoril, sendo que suas civilizações ficaram genericamente conhecidas como hidráulicas ou ribeirinhas. No caso dos hebreus e demais povos da Palestina, destaca-se a presença dos rios Jordão e Orontes, que como outros rios do Oriente, permitiram a construção de diques, açudes e canais de irrigação para o ruralismo que marcou a maior parte das civilizações do Oriente Antigo.

O Peregrino A História de Jonh Bunyan

Sinopse: John Bunyan foi um garoto rebelde e de boca suja. No fundo, sabia que isso não estava certo. Após algumas experiências em que quase morreu e em que sentiu muito medo da punição no inferno, Bunyan começou a perguntar a Deus o que Ele queria dele. Convencido de que fora chamado para falar da Palavra de Deus, Bunyan tornou-se um dos mais famosos pregadores da Inglaterra. No entanto, a igreja oficial o mandou para a cadeia por promover reuniões públicas fora da igreja oficial. Mas a providência divina fez com que, da prisão, Bunyan escrevesse o livro mais vendido em toda a história, depois da Bíblia: “O Peregrino”. Conheça a sua história.

Espelho dos Mártires I – Mártires Cristão Completo

“E também todos os que piamente querem viver em Cristo padecerão perseguições.” 2 Timóteo 3:12 ; O Espelho dos Martires – 1. Este documentario relata em detalhes o modo de vida e as perseguições que sofreram os Cristãos primitivos, e como foram martirizados. Mostra também o comovente testemunho de fé e coragem de Policarpo, Perpétua, Blandina, e muitos outros Cristãos que preferiram a morte do que negar a fé no evangelho; fosse pelo fogo, pela espada ou pelas feras nas arenas, refugiando-se em cavernas e catacumbas para escaparem da perseguição Romana.