LUCAS, O AVARENTO

Lucas, um homem avarento que acredita no valor do seu trabalho, dispensando qualquer crédito a Deus. Recebe muito dinheiro pela colheita do ano e sai alegremente pelas ruas, satisfeito por ser um homem próspero.
Tal situação muda no momento em que ele recebe a visita dos elementos vitais à boa ceifa, e ainda a visita do Criador, que lhe ensina o verdadeiro sentido da vida e a importância de devolver a Deus as primícias do trabalho.

E SE NIETZSCHE SE ENCONTRASSE COM JESUS?

Nietzsche; Autor da “Lei contra o cristianismo”, do livro “O Anticristo”, ateu, achava necessário formar uma nova elite – não contaminada pelo cristianismo…
Nesta obra de ficção teve um encontro com Jesus, e começa ouvindo do Senhor, o mesmo que Saulo ouvira no caminho para…
Jesus; “Autor da Salvação”, disse “deixai vir a mim os pequeninos…”, livrou do apedrejamento a mulher pega em adultério… Morreu crucificado e ressuscitou…

QUEM VAI PARA O CÉU?

QUEM VAI PARA O CÉU?
Esta peça é uma caricatura de uma “grande família de crentes”, com muitas brigas.
Olha quem são os personagens e seus perfis.
PAI, preguiçoso e acomodado
MÃE, nervosa e briguenta
AVÓ materna – germina Palpiteira – vida genro
AVÔ materno – Gervásio Ridico – reclamão
Tio Zé – cunhado mãe Folgado – vagabundo
Tia Maria – irmã mãe Fofoqueira – falsa + 5 FILHOS

ENCONTRANDO-ME

ENCONTRANDO-ME
Vaidade, egoísmo, estrelismo, disputas entre ministérios…
Louvor, pantomima, coreografia… é o dia do ensaio, e aparecem disputas que desagradam a Deus, e prejudicam o resultado final.
Até que a humildade e o respeito aos demais ministérios, começam a tomar parte nas vidas dos componentes dos ministérios.

A CAIXA DA PROMESSA

Graça: A mensageira do Rei Eterno. Representa: A graça do Senhor Jesus que sendo Deus se fez homem para morre pelos nossos pecados.
Sr. Incredulidade: Homem sem fé que tentara convencer Cristão de que a Promessa do Rei é falsa. Representa: como o nome já diz “Incredulidade” à falta de fé ou as duvidas que nós venhamos ter.
Sr. Avareza…

O CRENTE SEM COMPROMISSO

O CRENTE SEM COMPROMISSO
Teatro baseado no Teatro “O Jardim do Inimigo” de Jeová Nissi, Mostra a história de um garoto que odeia ir à igreja. Uma grande comédia, até a entrada do Diabo, que faz muitas acusações e terrorismo à igreja…
Personagens:
Moisés (O Crente), 3 Fofoqueiros e o Diabo

UM SORRISO EM CADA CORAÇÃO

UM SORRISO EM CADA CORAÇÃO
Vitório, o personagem que conduz a ação, veste-se bem.
Sua camisa branca de mangas compridas mostra a sua elegância.
O cenário principal é um grande livro (mais de 2 metros de altura) de onde saem as cinco per­sonagens-flores.
Cinco fantasias imitando as flores que as crianças representarão; um carrinho de mão, de madeira

NINGUÉM MERECE ficando para ‘titia’ (Teatro Cristão)

NINGUÉM MERECE – Teatro Cristão
Uma boneca de pano que entra em desespero por achar que está ficando para ‘titia’. Ela conta sobre seus relacionamentos frustrados e descobre que o seu grande problema não é o tempo que está passando e sim o que ela carrega em sua caixa NINGUÉM MERECE.
Cenário: Se possível jogo de luz. Almofadas no chão, bichos de pelúcia, brinquedos e bonecas. Um suporte para a caixa, numa altura suficiente para que fique à vista da platéia.

Caso queira trocar idéia conosco do Parábola Urbana entre em contato pelo: emilianesaraiva@yahoo.com.br

MÃO DE MÃE

Esquete pra ser apresentada junto com as crianças.
Fala do reconhecimento do filho caçula, pelo trabalho, carinho e proteção que recebe pela mão de sua mãe.
Personagens : NARRADOR, MÃE, FILHO1, FILHO2, FILHO CAÇULA
Desenhos na cartolina – Carrinho, Bicicleta, Mão, Vídeo-Game, Boneca

MARTA E MARIA Quem vai ficar com a melhor parte?

MARTA ou MARIA Quem vai ficar com a melhor parte?
Nesta comédia, ou autor leva a briga entre as irmãs para o ringue.
O mediador do combate é um gringo, escritor e vendedor de livros, no estilo dos que fazem aqueles comerciais de infindáveis da TV.
O feminismo e a participação da mulher no mercado de trabalho são enfocados.

SOCORRO! A MAMÃE PIFOU

Uma divertida estória sobre a vida de uma mãe que tem que se desdobrar para cumprir com seus afazeres de casa.
Por ter ficado tão sobrecarregada, começa a delirar e troca os nomes dos filhos, lava os documentos do marido, etc.
O final da peça não condiz com a excelente ideia.