Obras da Copa do Mundo empregaram 682 detentos e ex-detentos do sistema carcerário

Vida nova – Parte dos operários que trabalharam nas obras da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo 2014 veio da população prisional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *