O maior investimento de todos os tempos

Estamos em um mundo onde muitas vezes valemos o que vestimos ou o que temos. Se meu carro é bom, sou bem tratado em um restaurante. Se meu cargo é alto, aí então tenho influência nos lugares onde estou. Vale o que eu tenho, o que eu posso e não o que eu sou.

Não digo que não podemos ter bens ou poder, mas estas coisas servem pra quê? Para nos servir ou nós que as servimos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *