Mais um capítulo da Novela As reinações Sarah Sheva: Nota de Retratação Da Nota de retratação!

Amados amigos, leitores, Sarah,
Propor uma refutação apologética, fazer uma denuncia ou mesmo dar um sinal de alerta baseado na informação de terceiros, onde não se pode verificar fonte e originais da afirmação divergente das Sagradas Escrituras é temerário. É grande o risco da injustiça.

Millitar na defesa da doutrina bíblica é um equilibrar na corda bamba. Temos as Sagradas Escrituras como nossa fiel e segurança nas mãos a nos sustentar e equilibrar, mas os ventos são muitos. Correm se muitos riscos, todos inaceitáveis.

Foi o que ocorreu recentemente. Recebi um trecho de uma palestra de Sarah Sheva com um pretenso comentário absurdo, produzi este POST e por fim terminei sendo abordado pela própria, que conheço pessoalmente e prezo muito como pessoa,com uma contundente negativa do acontecido.
Tendo ouvido outra versão do fato dada pela autora e a sua negativa de defender a falsa doutrina apresentada, redigi uma carta de retratação colada na própria matéria. Contudo, outras testemunhas do mesmo evento se manifestaram informando o mesmo entendimento doutrinário denunciado. Ainda assim me mantive calado quanto ao episódio, visto que não tinha outras provas ou testemunho de algum conhecido.
Após o ocorrido, recebi novas transcrições de outros eventos e até uma gravação de uma palestra recente, onde a mesma doutrina foi apresentada de outra forma, junto com outras heresias, algumas "comestíveis" e outras  "não-comestíveis", risos, produzidas pela autora em questão.

Não achei Alka-Seltzer gospel que desse jeito na minha azia gospel.

Fui me sentindo incomodado, como nunca antes ocorreu, desde que fundei o Genizah e desejei que o Senhor me desse direção.
Reconheço a devoção da Sarah ao Senhor e vejo que a sua motivação que está no lugar certo. Sei que ela acredita muito no que fala e faz sacrificios para manter seu ministério, com zelo para não se vender pelo caminho fácil do cachê gospel. Sei que ela irá se magoar comigo e temo por isto, pois gosto dela.
Entrementes, o que tenho lido sobre as suas revelações extra-bíblicas e suas experiências sobrenaturais, mal entendidas e levadas ao público – e ai vai o estrago certo – não me deixam outra alternativa a não ser manter a denuncia feita e ainda dar espaço a outras que surgem.
Fui bombardeado por denúncias e testemunhos. Até mesmo de meus colegas aqui no Genizah  tenho ouvidos relatos atestando a disseminação de falsas doutrinas da parte de Sheva. Alguns amigos tem “brincado” comigo sobre o assunto, né Charlito? Outros são mais diretos e me enviam material. E ainda outro dia, o Manoel dC descreveu a sua própria experiência “shevariana” em texto no seu blog. Esta foi a gota d’ água!
Sarah, entendo e respeito os relatos das experiências sobrenaturais que você diz ter vivido com o Senhor e, no particular, não me atrevo a julgar nada ou contestar seja o que for, propondo limites a atuação soberana do Senhor na sua vida, ou de quem quer que seja.
Entretanto,  quando tais experiências se transformam em “achismos” e base para a construção e propagação de novas doutrinas… Creio que você sabe bem os avisos que nos foram dados sobre a pregação de outros “evangelhos”, seja a que título for, ainda que nos pareçam vindos de anjos e envoltos em milagres e sinais.
Sarah, se tudo o que tem ocorrido é fruto de uma falha de comunicação, meu Deus! Atente para o erro agora,  considere um seminário!
Aproveito para pedir perdão aos primeiros que denunciaram as falácias proferidas por Sarah Sheva no referido evento.
Meu compromisso é com Ele.
Sarah, querida… EBD já procê!
Danilo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *