Juízes pedem demissão por não aceitarem fazer casamento gay

Quando o Estado da Carolina do Norte aprovou no mês passado uma lei que legaliza o casamento gay, o anúncio foi criticado por muitos. Logo nos primeiros dias, o juiz Gilbert Breedlove, 57 anos, que também é pastor evangélico, renunciou ao cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *