Idosos não querem só cadeira de balanço.

Nestes últimos dias, tenho pensado na condição dos idosos. Não propriamente no físico deles que, inevitavelmente, os enfraquece, diminui o ritmo, a destreza, e acrescenta dores, mas no paradoxo que o tempo lhes impõe. Quanto mais anos uma pessoa tem, mais poderia falar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *