Conheça as Igrejas-Boate: Onde Curtir é Sagrado, Pecado é Não se Divertir

Reforma de 7 anos antes de a casa irlandesa ser revertida em bar e restaurante

Igrejas são lugares praticamente obrigatórios na lista dos turistas, seja pelos aspectos religiosos ou pelas características históricas e arquitetônicas. Algumas, no entanto, têm um motivo mais profano para serem visitadas: se transformaram embares. Saem os cânticos religiosos, entram os DJs.

Uma das igrejas convertidas, a St. Mary Church, deu lugar ao bar e restaurante The Church, em Dublin, na Irlanda, atraindo cerca de 600 mil pessoas por ano. Construída no começo do século 18, ela funcionou como templo religioso até 1963, tendo sido frequentada até por personalidades como Jonathan Swift, autor de As viagens de Gulliver.

Nela também foi realizado o casamento de Arthur Guinness, criador da cerveja famosa, disputadíssima na casa. A ideia de transformar o prédio, que caía em ruínas, foi do dono de um bar do outro lado da rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *