Campanha na internet se solidariza com cristãos perseguidos

Esta semana o grupo terrorista Estado Islâmico decretou que todos os cristãos de Mossul devem se converter ao Islã, ou pagar imposto para continuar vivendo ali. Quem se recusa, já tem uma sentença de morte. Depois de quase 2.000 anos de história, o cristianismo no Iraque pode estar perto do fim, uma vez que cerca de 90% dos cristãos que ali residiam já saíram de suas casas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *