Bento XVI e a culpa coletiva judaica pela morte de Jesus

Recentemente, uma notícia vinda do “mundo religioso” ganhou por quase uma semana notoriedade em todo ocidente através dos principais telejornais e portais da internet. Tratava-se de uma declaração do Papa Bento XVI exonerando os judeus da culpabilidade pela morte de Jesus. Posição esta que o pontífice expressou no segundo volume de seu mais novo livro publicado nesta semana sob o título “Jesus de Nazaré”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *